top of page

Projeto Novas Mulheres capacita mulheres em situação de vulnerabilidade

O fim de semana foi de muita festa para as formandas do curso Novas Mulheres, projeto social da Onodera Estética que, desde 2013, capacita mulheres em situação de vulnerabilidade para encontrarem espaço de trabalho no mercado da beleza.



Foto divulgação: Assessoria de Imprensa


A turma de 20 mulheres com idades entre 17 e 52 anos, foi recebida com um café da manhã especial na sede do Grupo Mulheres do Brasil. A cerimônia contou com a presença de Luiza Helena Trajano, empresária da rede de varejos Magazine Luiza e presidente do Grupo Mulheres do Brasil e de Edna Onodera, fundadora da Onodera Estética.

Além de promover a capacitação profissional e a independência econômica, a iniciativa também oferece suporte para que o empreendedorismo feminino cresça no país.


Este ano o projeto foi realizado na comunidade do Jardim Iguatemi, na Zona Leste de São Paulo.

Para o projeto acontecer, o Novas Mulheres recebe apoio. “Não fazemos nada sozinhas. É um trabalho colaborativo, onde encontramos parceiros com a mesma sinergia e que buscam promover dignidade, profissionalização e, consequentemente, a inclusão de mulheres no mercado de trabalho”, conta Danielle Magagna, head de marketing da Onodera Estética.



Entre os parceiros está o Grupo Mulheres do Brasil – organização que trabalha para engajar a sociedade civil na conquista de melhorias para o país. Foi por meio desse grupo que o Novas Mulheres encontrou o “Resgatando Sorrisos, Meninas e Meninos do Futuro”, ONG que há 8 anos atua no Jardim Iguatemi, comunidade contemplada com o curso.


Segundo Heide Vieira, empresária e líder do Empreendedorismo São Paulo, o Grupo Mulheres do Brasil faz acontecer. “Um dos nossos objetivos é multiplicar ações que tornem as mulheres protagonistas da sua própria história”, relata a líder.



Foram 4 meses de curso, com aulas 2 vezes por semana. Nesse período elas aprenderam anatomia, fisiologia, nutrição, técnicas em massagem corporal, empreendedorismo, gestão de pessoas, atendimento ao cliente, entre outras disciplinas. Como resultado, 20 mulheres estão agora capacitadas para entrar no mercado de trabalho.



Depois de formadas e com o certificado do curso nas mãos, essas mulheres participaram de uma seleção que premiou 6 delas para fazer a Ibeco, faculdade especializada no mercado da educação em saúde estética, totalmente pagas pela instituição de ensino.


E em 2024, segundo Danielle Magagna, head de marketing da Onodera Estética, o projeto vai ser ainda maior. Quatro novas turmas devem ser formadas em diferentes regiões de São Paulo.

Beatriz Tobias da Silva, de 18 anos recebeu o certificado e também ganhou uma bolsa de estudos."Eu realizei o sonho de fazer esse curso e agora vou fazer uma faculdade! O próximo ano vai ser cheio de emoção e conquistas e eu tô muito feliz", comenta.



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page