top of page

Novembro Azul: homens também devem ficar atentos com a saúde das pernas

Meias de compressão graduada são grandes aliadas nos cuidados com problemas circulatórios


Foto divulgação: banco de imagens

A campanha Novembro Azul tem o objetivo de chamar a atenção para o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina. Apesar da ação ter como foco a prevenção do câncer de próstata, é importante que os homens cuidem de sua saúde como um todo. Por exemplo, entender a importância da saúde das pernas e saber como evitar problemas circulatórios.

De maneira geral, os homens tendem a se preocupar menos com a própria saúde do que as mulheres, procurando com menor frequência atendimento médico preventivo. Isso pode ser preocupante, especialmente no caso de doenças silenciosas, como costumam ser os problemas vasculares.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), as doenças vasculares periféricas (exceto coração e cérebro) mais frequentes em homens são as varizes dos membros inferiores, que afetam até 56% da população masculina.

Permanecer em pé ou sentado por muito tempo pode influenciar no desenvolvimento de problemas circulatórios, pois impede o fluxo de sangue para o coração e o uso de produtos de compressão graduada são importantes aliados para prevenir esse tipo de problema.

A SIGVARIS GROUP, empresa global com soluções inovadoras e de alta qualidade em terapia de compressão médica, possui um amplo portfólio de meias e canelitos que auxiliam no direcionamento correto do fluxo venoso e linfático, permitindo assim, uma nítida melhora na circulação, além de promover conforto e bem-estar.

Confira abaixo os diferentes tipos de meias de compressão e suas respectivas indicações:

  • Meias de suave compressão: possuem compressão de 15 a 23 mmHg e são indicadas para pernas cansadas e doloridas e também na prevenção de doenças venosas. Também são aconselhadas para uso durante viagens de longa distância e para fins estéticos, para modelar o contorno do corpo.

  • São de grande eficácia na prevenção do inchaço e na retenção de líquido, mesmo nas pessoas que não apresentam varizes ou doenças venosas.

  • Meias de média compressão: de 20 a 30 mmHg, são indicadas para varizes, tratamento de doenças venosas e linfáticas, após tratamentos ou pós-operatório de varizes; apresentam compressão mais intensa e devem ser usadas nos casos de insuficiência venosa crônica.

  • Dentro desta categoria também estão as meias esportivas. A compressão graduada exercida do tornozelo até a parte superior da panturrilha atua como um músculo extra, comprimindo suavemente as paredes das veias, acelerando o fluxo sanguíneo, auxiliando o desempenho físico e reduzindo dores e o acúmulo de ácido láctico.

  • Meias de alta compressão: de 30 a 40 mmHg, são meias prescritas pelos médicos em casos de manifestações severas, tratamento de trombose venosa profunda, varizes com edema, insuficiência venosa crônica e acometimentos em grandes vasos.

  • Meias antitrombo: indicadas para utilização durante cirurgias para prevenção de trombose, com compressão que varia de 18 a 23 mmHg, e também para os períodos pós e pré-operatório. Essas meias são colocadas para o uso durante o ato cirúrgico e durante toda a internação para evitar a trombose venosa pós-operatória ou após internações prolongadas.

No caso de produtos médicos, é fundamental procurar um especialista antes de qualquer tratamento.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page