top of page
  • Foto do escritorlab.copa

Conheça Léa Campos, ex-árbitra, impedida de apitar partidas de futebol por ser mulher

Com criação da Ogilvy e produção da Moon Heist, filme de Intimus reforça o propósito da marca de incentivar o progresso feminino e defende que a mulher não deve ser impedida de fazer algo por ser mulher, menstruada ou não



Nenhuma mulher deve ser impedida de fazer algo por ser mulher e menstruar. Pensando nisso, Intimus® -- marca de cuidados femininos da Kimberly-Clark e que tem como propósito incentivar o progresso feminino, enfatizando sua assinatura “menstruada ou não, ela pode - aproveita o momento em que as atenções estão voltadas ao futebol -- que até tempos atrás era um esporte permitido apenas para homens --, para retratar a história da ex-árbitra de futebol, Lea Campos, em um curta-metragem que reforça a importância de combater julgamentos e preconceitos relacionados à menstruação.

A brasileira, uma das primeiras árbitras de futebol do mundo, em 1967 - quando o futebol ainda era visto como um esporte apenas para homens -- foi impedida de apitar partidas de futebol, sendo, à época, questionada por dirigentes como faria para atuar quando estivesse no período menstrual. Anos depois, ela finalmente conseguiu apitar jogos de grande importância no mundo e abriu portas para que outras árbitras conquistassem seus sonhos, mostrando que, menstruadas ou não, as mulheres podem realizar o que desejarem, assim como todas as mulheres.

“Intimus tem atuado nos últimos anos com uma série inciativas que incentivam as mulheres a buscarem seus sonhos, menstruadas ou não. Queremos mostrar que nada pode pará-las e que o lugar delas é onde quiserem, seja no campo de futebol, no ambiente corporativo, atrás do volante, na rua, no skate, entre outras profissões. E a trajetória da Lea Campos é um exemplo claro de superação e questionamento ao estigma da menstruação! Ela abriu as portas para que outras mulheres apitassem jogos importantes, como vemos hoje. E, com esse filme, queremos inspirar e incentivar ainda mais mulheres do mundo inteiro a não desistirem de seus sonhos. Elas podem!”, diz Marisa Cury Cazassa, gerente executiva de marketing da Kimberly-Clark no Brasil.

47 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page