top of page

Kelly Stak, especialista em RH e Coach ensina três passos para conseguir o primeiro emprego

Conheça o poder dos três movimentos: declarar, manifestar e agradecer

Foto divulgação: Kelly Stak, especialista em RH e Coach


Conseguir o primeiro emprego é um dos maiores desafios dos jovens no mercado de trabalho. O Jovem Aprendiz é uma modalidade de emprego que busca capacitar, orientar e inserir pessoas de 14 a 24 anos no mercado de trabalho com o objetivo de oferecer oportunidade a quem não tem experiência.


Segundo Kelly Stak, especialista em RH e Coach, o emprego formal como jovem aprendiz começa a partir dos 14 anos de idade, conciliando a oportunidade com os estudos. “A partir do princípio que você tem 14 anos e possui interesse em começar a trabalhar é preciso buscar empresas regulamentadas que insere jovens aprendizes no mercado de trabalho”, ressalta Kelly.


Ainda de acordo com Kelly o jovem deve se inscrever em todas as plataformas de cadastro para processos seletivos, por exemplo, o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), que fazem o cadastro dos estudantes onde é gerado: login e senha e testes de português e matemática para o recrutador entender o nível de conhecimento do candidato.


Para Kelly é importante seguir três movimentos para conseguir o primeiro emprego:


Primeiro movimento: declarar


Declarar a todos que busca uma vaga de emprego no cargo de jovem aprendiz onde você pode falar para amigos, familiares e até mesmo divulgar nas suas redes sociais e grupos do WhatsApp que está buscando uma oportunidade como Jovem Aprendiz. Vale lembrar que ninguém vai achá-lo se não souber o que você está buscando, por exemplo, “se eu tenho um primo que está buscando um programa de jovem aprendiz, e na minha empresa abre uma vaga e eles pedem indicação, como não sei, eu não vou lembrar, então acaba passando despercebido”, ressalta a especialista.


Segundo movimento: manifestar


A manifestação acontece quando você vai atrás, toma atitude e busca a sua oportunidade. Comece fazendo uma lista dos seus principais contatos de pessoas que trabalham em empresas que você gostaria de trabalhar, entre em contato com essas pessoas e fale sobre o seu interesse, converse, puxe assunto, participe de grupos e de palestras, essa movimentação trará o que você está buscando. Se você ficar parado, isso não vai acontecer, faça as suas manifestações em prol do seu objetivo que é o primeiro emprego.


Terceiro movimento: agradecer


Sempre agradeça. Não só com a palavra obrigado(a), mas também fazendo algo em agradecimento as pessoas que estão ajudando você a construir a sua entrada no mercado de trabalho e acreditando em seu potencial, seja um gesto, uma gentileza ou algo que irá mostrar reciprocidade com a pessoa que indicou ou passou orientações sobre uma vaga para você. Seja educado e paciente mesmo quando aquele contato não trouxe resultados que você esperava ou, mesmo quando a pessoa informou sobre uma vaga aberta que não aconteceu, porque um dia ela pode trazer resultado em algum momento, pois poderá lembrar de você em alguma oportunidade.


Além desses sites é importante ter uma percepção sobre si mesmo(a), identificando as suas principais habilidades e estudando sobre a empresa que oferece a vaga, onde será possível construir um plano estratégico a seu favor, um exemplo: o RH preza por candidatos que moram próximos à empresa, pois não gera custos altos com transportes, por esse motivo é importante buscar vagas próximo a você, pois será um ponto positivo durante o processo de seleção.



20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page