top of page

Entenda qual a diferença entre roubo e furto de veículos e saiba como se proteger nessas situações

Atualizado: 29 de abr. de 2023

Entenda qual a diferença entre roubo e furto de veículos e saiba como se proteger nessas situações


Foto divulgação: banco de imagens



A Justos startup de seguro auto, traz dicas sobre as diferenças entre furtos e roubos para saber, no momento de registrar um Boletim de Ocorrência, quais os passos a serem seguidos caso essas situações aconteçam e como acionar o seguro auto.


“Ter um seguro auto é importante para proteger o patrimônio do motorista e minimizar os prejuízos financeiros caso ocorra um imprevisto”, explica Alan Leal, VP of Insurance da startup. Por isso, é importante lembrar que cada apólice de seguro tem condições e coberturas diferentes. O segurado precisa estar atento a quais coberturas contratou para evitar surpresas depois que o prejuízo acontecer. A Justos lista dicas para se proteger em casos de situações como esta.








Escolha bem onde estacionar


Procure estacionar o carro em locais bem iluminados e com movimento de pessoas. Se achar necessário, escolha um estacionamento pago e com vigilância, por exemplo.


‍Atenção extra em semáforos


Ao parar no semáforo, pode ser válido manter distância do carro da frente e deixar o carro sempre engatado, permitindo assim uma possível arrancada em caso de uma abordagem suspeita. É importante manter as portas e janelas fechadas e trancadas, evitando distrações com aparelhos eletrônicos como celulares e tabletes. Em alguns locais, existem horários específicos onde não é preciso parar no sinal vermelho: basta olhar para os lados e passar, garantindo maior segurança aos motoristas.


‍Evite deixar objetos à vista no veículo


Deixar objetos à vista no interior do carro, como celulares, notebooks, mochilas e outros, pode atrair a atenção de criminosos. Se for possível, evite deixar objetos de valor dentro do carro quando estacionado em locais públicos, mesmo que esteja trancado e com alarme ativado.








‍Certifique-se de que o carro está bem trancado


Antes de sair do carro, veja se todas as portas e janelas estão bem fechadas e trancadas, incluindo o porta-malas e a tampa do combustível. Acione os alarmes e travas de segurança e confira se estão ativados e funcionando corretamente. Isso parece lógico, mas infelizmente existem pessoas especialistas em desbloquear e abrir portas e janelas, então, mesmo que pareça um local seguro, verifique.


‍Instale equipamentos de segurança


Instalar equipamentos de segurança no veículo é uma das medidas mais eficazes para prevenir roubos e furtos e existem vários tipos disponíveis no mercado, como alarmes, películas de insulfilm, travas elétricas, rastreadores, entre outros.


O que fazer após passar por um roubo ou furto?


É importante tomar algumas medidas imediatas após o incidente para garantir sua segurança e recuperar seus bens, além de prevenir futuros roubos. Se acabou de ser roubado ou furtado, tente se acalmar e lembre de qualquer detalhe sobre o incidente, como características do suspeito ou do veículo usado.


Em seguida, chame a polícia imediatamente e informe o ocorrido, eles darão assistência imediata e registrarão o boletim de ocorrência. No boletim, é preciso fornecer o máximo de informações possíveis sobre o incidente, incluindo o que foi roubado ou furtado, o horário e o local do incidente, testemunhas, se houver e qualquer informação que você possa ter sobre os suspeitos.‍


Como acionar a seguradora em caso de roubo ou furto?


É necessário registrar um boletim de ocorrência junto à polícia para comprovar o roubo ou furto. Nesse B.O é preciso ter todos os detalhes do evento, a descrição dos objetos e documentos que estavam dentro do carro, inclusive o documento do veículo. O próximo passo é acionar a seguradora pelos canais de atendimento o mais rápido possível. Alguns documentos podem ser solicitados como: CNH, boletim de ocorrência, RG, entre outros.


Depois de analisar, a seguradora chegará a uma conclusão sobre o sinistro e se está ou não coberto pela apólice. Nos casos de perda total do veículo, ou seja, seu carro foi roubado e não foi encontrado, a seguradora tem um prazo de até 30 dias contados da entrega de todos os documentos para fazer o pagamento da indenização, conforme previsto na sua apólice. Agora, se o veículo sofreu perda parcial, como vidros quebrados, porta arrombada ou algo semelhante, será necessário checar se você tem cobertura para essa situação em sua apólice e desembolsar o valor da franquia para fazer os reparos.



























33 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page