top of page

Clareamento dental funciona?

Dentista explica tipos de clareamento e dá dicas para obter o melhor resultado



O clareamento dental é uma técnica que consiste em clarear dentes amarelados, remover manchas e também elevar a autoestima. “O clareamento dental consiste em utilizar produtos à base de peróxido de hidrogênio, colocamos o gel em contato com o esmalte do dente por um tempo determinado (dependendo da técnica escolhida) esse gel tem a capacidade de quebrar as moléculas pigmentadas tornando os dentes mais claros”, explica o ortodontista Dr. Henrique Lanat, da clínica Dr. André Braz ( RJ). Existem dois tipos de clareamento externo. “No clareamento caseiro a técnica mais conhecida é feita com o uso de moldeira e gel clareador. A moldeira é feita de silicone feito sob medida, de forma que se encaixa perfeitamente na arcada dentária do paciente. Nela, se aplica o gel clareador que vai entrar em contato com os dentes por um período que pode variar de 30 minutos à uma hora. Normalmente, o tratamento costuma durar cerca de três semanas a 1 mês”, detalha Dr. Henrique Lanat. “Já no clareamento feito em consultório, o gel pode ser ativado ou não através de uma luz e fica em contato com o dente por cerca de 1 hora e é necessário 2 ou 3 sessões. Na primeira sessão já é possível observar resultado. É possível também realizar a combinação de ambos os procedimentos”, afirma o dentista. “Ainda existe o clareamento interno que consiste em clarear dentes que passaram por algum trauma , necrose pulpar, tratamento de canal. Deve ser feito pelo profissional no consultório”, alerta Dr. Henrique. O clareamento deve ser evitado em pacientes que já apresentam sensibilidade dentária prévia , problemas periodontais ,gestantes e lactantes. “O profissional também deve ficar atento aos dentes restaurados , pois, as resinas não clareiam e devem ser trocadas no término do tratamento”, afirma Dr. Henrique Lanat. São totalmente contraindicados métodos como bicarbonato de sódio , carvão ativado, agua oxigenada e pastas clareadoras. “Normalmente são produtos com um nível de abrasão muito alto e acabam danificando o esmalte do dente criando um dano permanente”, alerta o especialista.

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page